Viação Novacap inaugura sua nova frota 2016

Focada em atingir a meta de 100% da climatização das linhas, a empresa começa a renovar sua frota.

P1240984

Um dos novos ônibus adquiridos pela empresa em 2016. Foto: Gabriel P. Gomes

A Viação Novacap, no ano em que comemora seus 55 anos de fundação (à ser comemorados no dia 02 de Maio), presenteia os passageiros das linhas 371 (Praça Seca x Praça Tiradentes) e 624 (Mariópolis x Praça da Bandeira) com 11 novos ônibus. Buscando a total climatização da frota, os novos ônibus vêm equipados com ar-condicionado fabricados pela Spheros. Além disso, reforçando sua parceria com a encarroçadora CAIO e a fabricante de chassis Mercedes Benz, os 11 novos ônibus são do modelo Apache Vip, da 4ª geração, e com o chassi OF-1721 BlueTec 5. Num investimento estimado em, aproximadamente, R$ 10 milhões, os novos ônibus substituirão ônibus fabricados em 2012, de modelos Apache Vip III e Foz Super II, que serão desativados com a entrada dos novos ônibus.

P1240981

Interior de um dos novos ônibus. Reforçando a tendência da dupla-roleta, os novos ônibus não possuem cobrador. Foto: Gabriel P. Gomes

Os novos ônibus começarão a circular nesta segunda-feira, dia 18. Para a linha 624 serão destinados 5 dos 11 novos ônibus, enquanto que para a 371 serão destinados os outros 6. Ainda não se sabe quais ajustes operacionais serão feitos para não desfalcar as outras 2 linhas que serão afetadas com a retirada dos ônibus que serão substituídos pelos novos, a 265 (Marechal Hermes x Castelo) e a 723 (Cascadura x Mariópolis). Alguns comentários tratam que a 265 receba os carros sem ar que ainda circulam na 624 e a 723 receba alguns dos carros com ar-condicionado. Para os próximos meses é esperado a chegada de mais ônibus novos com ar, reforçando assim, a meta de chegar aos 100% da frota climatizada, reforçando assim seu compromisso com os passageiros para que os mesmo tenham um serviço de qualidade. Acompanhe conosco, a seguir, a galeria de fotos com os novos ônibus da empresa.

Agradecimentos à direção da Viação Novacap por terem liberado o Portal Flumibuss RJ à realizar esta sessão de fotos em suas dependências.

Anúncios

Mudanças na operação da linha 513

Sem avisar aos passageiros, a linha teve alteração da nomenclatura de itinerário e o retorno da parcial até Botafogo.

Começou a vigorar no último sábado (02), as novas alterações decorrentes dos ajustes após a implantação da racionalização nos ônibus da Zona Sul, porém, esta etapa sequer foi comunicada aos passageiros. A linha 513 foi a única e principal alterada nesta nova etapa. Atendendo às reclamações dos moradores da Urca, que alegavam que após a primeira modificação feita na linha (passando a fazer o itinerário Urca/Humaitá via São Clemente e Voluntários da Pátria) que os ônibus passavam superlotados e com intervalos superiores à 40 minutos, foi restabelecido o antigo itinerário da linha (Urca/Metrô Botafogo), com o código SP513 e a 513 original, anteriormente via São Clemente, teve o itinerário modificado e ampliado, passando a atender a Rua Mena Barreto e a Fonte da Saudade, com mudança na sua denominação, passando a atender por “Urca x Fonte da Saudade – via Mena Barreto Circular”. Veja detalhes abaixo:

  • Alterações de 02/04

– Ampliação da linha 513 para a Fonte da Saudade e mudança de denominação para “Urca x Fonte da Saudade – via Mena Barreto Circular”
Novo itinerário: … Rua Professor Álvaro Rodrigues, Rua Mena Barreto, Rua Visconde de Silva, Rua Conde de Irajá, Largo dos Leões, Rua São Clemente, Rua Humaitá, Praça Quintino Bocaiúva (Fonte da Saudade), Rua Humaitá (sentido Botafogo – ponto regulador), Rua Voluntários da Pátria, seguindo o itinerário anterior.

– Criação do serviço parcial da linha 513 (SP513) até o Metrô Botafogo, para atender a demanda vindo da estação do Metrô em direção à Urca, com ponto regulador na Rua Nelson Mandela, entre as Rua Professor Álvaro Rodrigues e Rua Voluntários da Pátria.

Passaram a operar na linha também as empresas Braso Lisboa, Vila Isabel e VG. Veja galeria de fotos abaixo:

Linha 513 001Linha 513 002Linha 513 003Linha 513 004

União da 217 e 226: um plano que poderia dar certo

Desde a metade do mês de Março, começou uma movimentação entre as empresas Nossa Senhora das Graças e Auto Viação Tijuca. As empresas operam as linhas 217 (Andaraí/Carioca) e 226 (Grajaú/Carioca), respectivamente, passando pela Praça Saens Peña e Rua Conde de Bonfim. Como uma forma de racionalizar e otimizar o trajeto, foram tomadas as seguintes medidas:

  1. Redução da frota da 226 para posterior extinção
  2. Realocamento da frota atual da 226 entre as outras linhas da A. V. Tijuca. A linha 220 (Usina/Candelária) recebeu todos os ônibus com ar que foram adquiridos em 2015 (modelo Marcopolo Torino), em contrapartida, 10 ônibus da frota que faziam parte da frota da 220 foram passados para a 226
  3. Prolongamento da 217 para o Grajaú, passando pelas ruas da parte alta do bairro (como a Rosa e Silva, Praça Nobel e Borda do Mato), conforme mostra o mapa abaixo:
Capturar 2

Itinerário proposto para a nova versão da linha 217, que atenderia a parte alta do bairro do Grajaú e abriria concorrência com a Transurb, única empresa que opera na parte alta do Grajaú, com a linha 422. Arte: Google Maps / Gabriel P. Gomes

Tijuca 001A linha 226 que, anteriormente, circulava com 38 ônibus foi reduzida para 10 ônibus – todos sem ar, porém, os passageiros começaram a reparar a mudança brusca na frota e acionaram o 1746 da Prefeitura. Em vistoria feita na semana do dia 20 de Março, a Secretaria Municipal de Transportes constatou a irregularidade e multou o Consórcio Intersul em R$ 1.500,00, além de determinar o retorno da frota determinada da linha (que é de 16 ônibus). A SMTR nega que a linha vá ser extinta, mas cresce a cada dia mais a expectativa da união da 217 com a 226, já que a demanda da linha já vinha enfraquecendo desde a criação da linha 226A, atual 608 (Grajaú/Praça Saens Peña) e caiu ainda mais por causa das intermináveis obras do Centro do Rio. Se o plano de união das duas derem certo, nunca se sabe, mas visa dar mais uma opção aos moradores da parte do Alto Grajaú, que só conta com a 422 (Grajaú/Largo do Machado) para deslocar-se?