Os novos Mega Plus da Viação Pavunense

Com suspensão a ar e duas roletas, a grande compra da empresa começa a acertar a operação após as linhas vindo da Via Rio

Pavunense 005A Viação Pavunense, integrante do Consórcio Internorte, começou a pôr em circulação sua nova aquisição. Mantendo a parceria com a Neobus, a empresa adquiriu 85 novas unidades de Mega Plus, montados sobre o chassi Mercedes Benz OF-1721 equipado com suspensão a ar. Além da novidade da suspensão a ar, todos os novos ônibus vêm com o sistema de duas roletas, que segundo pesquisas, reduzem o tempo de embarque. Desta primeira remessa à circular, 20 deles começaram a rodar na linha 386 (Mariópolis x Passeio – via Lapa) e outros 10 começaram a circular na linha 945 (Pavuna x Fundão)

Pavunense 003

22 dos Mega Plus rodam na linha 386.

Com a entrada desses novos ônibus, a operação da empresa começa a retomar a sua normalidade, após ela ter assumido as linhas da Via Rio Class – que foi excluída do sistema no início do ano. As outras 51 unidades serão destinadas às demais linhas ex-Via Rio, segundo as informações apuradas, que serão: 384/399 (Pavuna x Passeio) e 385 (Pavuna x Passeio via Camboatá).

Pavunense 004Pavunense 001Pavunense 002

Texto e fotos: Gabriel Petersen Gomes

Anúncios

Os piso-baixo da Transurb

Transurb 003

Um dos novos Millenium da Transurb em circulação

Desde a última semana, os passageiros da linha 422 (Grajaú/Largo do Machado), da Transurb, receberam uma grata novidade. Começaram a circular os primeiros ônibus dotados de piso-baixo da empresa. Com a carroceria Millenium, da CAIO Induscar, e os chassis Mercedes Benz O-500U, foram adquiridos 40 unidades e desde a última terça-feira (dia 17), cerca de 7 deles já estão em circulação.

Segundo fontes ligadas à Prefeitura, a aquisição destes ônibus faz parte de um plano para que todas as 5 linhas que restaram na Avenida Rio Branco (Troncal 1, Troncal 3, Troncal 5, 011 e 422) rodem somente com ônibus com piso rebaixado.

Transurb 001

Até as Olimpíadas, a previsão é de que todos os 40 CAIO Millenium estejam em circulação, ora em linha, ora cedido ao Comitê Organizador para o transporte de atletas. A expectativa é que a Viação Nossa Senhora das Graças – irmã da Transurb, também receba ônibus de piso-baixo, já que a CAIO Induscar anunciou que a participação da carroceria nas ruas do Rio de Janeiro irá aumentar nos próximos meses, numa tentativa de modernizar a frota.

Transurb 002

Os semi-novos e a reestruturação da Paranapuan

Pensando em conquistar a confiança dos passageiros insulanos, a empresa adquire mais semi-novos.

Paranapuan 001A Transportes Paranapuan, tradicional empresa da Ilha do Governador, que completou 66 anos em 2016, está com um plano para reestruturar a empresa, que ficou conhecida pelos passageiros insulanos como uma empresa “porca e com má prestação de serviços”. Desde o início do ano, já adquiriu 20 semi-novos oriundos da Rodoviária A. Matias, também do Consórcio Internorte, destinando estes para a linha 634 (Bananal/Saens Peña) e agora trouxe um novo pacote de semi-novos na expectativa de melhora do padrão de frota, redução de intervalos e melhor conservação dos ônibus. Desta vez, foram adquiridos mais 22 semi-novos para serem destinados como reforço das linhas 323 e 2342 (ambas Bananal/Castelo via Linha Vermelha). Para a linha 323, foram adquiridos 16 semi-novos fabricados pela CAIO em 2012 e que estavam em operação na Matias (8 unidades de Apache Vip, da 3ª geração), Verdun e Transurb (4 e 2 unidades, respectivamente, de Apache Vip, da 2ª geração).

Paranapuan 002

Um dos semi-novos que a Transportes Paranapuan adquiriu.

Paranapuan 003

Ex-Verdun B71040

 

 

 

 

Além dos urbanos semi-novos, a empresa também adquiriu 6 semi-novos rodoviários oriundos da Viação Jabour, modelo Ideale 770, fabricado em 2012. Os ônibus servem para reforçar a frota das duas linhas, como um plano de atrair mais passageiros.

Paranapuan 005Paranapuan 006Após o falecimento do antigo dono, a nova direção está empenhada em dar uma cara mais jovem à empresa, reformando os ônibus que estão em circulação e encostando os que já não podem mais prestar serviços na cidade do Rio, aos poucos. Para se atentar às tendências do momento, a empresa lançou um canal no Facebook (facebook.com/paranapuan) e Twitter (twitter.com/transparanapuan) e tem se mostrado disposta à ouvir às queixas, reclamações e elogios dos usuários. Todo o sucesso à empresa nessa caminhada!

VLT é inaugurado em meio à protestos

1-20160605_113850Após 2 semanas de atraso e com contestações por parte do Ministério Público, a Prefeitura do Rio inaugurou neste domingo a primeira linha do Veículo Leve sobre Trilhos, o VLT Carioca, em meio à protestos contra as Olimpíadas e o governo do presidente em exercício Michel Temer. Com 1 hora e meia de atraso em relação ao horário marcado (a previsão de chegada do prefeito era 09:30, mas ele chegou às 11:00), o prefeito, secretários, imprensa e convidados chegou na composição “João do Rio” à Parada dos Museus, na Praça Mauá – Zona Portuária da cidade. Em discurso, o Prefeito ressaltou a importância do VLT como um modal na revitalização da Área Portuária da cidade: “Esforço de mobilidade, inspirado pela Olimpíada. Poderíamos fazer os jogos sem o VLT, mas aproveitamos este momento para melhorar o Centro da Cidade”. A garantia do Prefeito é que as duas linhas (Praia Formosa x Santos Dumont e Praia Formosa x Praça XV via Central) estejam em operação até as Olimpíadas.

P1260204

Curiosos, jornalistas, políticos e convidados estiveram na inauguração do VLT na Praça Mauá hoje. Foto: Gabriel Petersen Gomes

Num outro ponto do discurso, Paes lembrou do sonho em que só se via nas propagandas eleitorais: “A gente via passando nas propagandas aqueles trenzinhos passando e todo mundo anunciando que ia trazer pro Rio de Janeiro”. No meio do discurso, um manifestante começou a gritar palavras contra o Prefeito, taxado de “golpista”, mas que rapidamente foi abafado por gritos de apoio ao Prefeito, entoados por aspones da Prefeitura.

P1260208

Momento em que o VLT com o Prefeito, secretários e convidados sai da Parada dos Museus, na Praça Mauá. Todos os 32 VLT’s possuem nomes, homenageando personalidades cariocas. Foto: Gabriel P. Gomes

Veja o discurso completo do Prefeito na inauguração:

Nesta primeira etapa, com duração de 3 semanas, o VLT operará no trecho entre a Parada dos Museus (e posteriormente dos Navios) e o Aeroporto Santos Dumont. Na 4ª semana, o VLT fará o percurso completo (Praia Formosa x Santos Dumont), ainda sem cobrança de passagem. A partir da quinta semana, já haverá a cobrança de passagem e o horário de funcionamento aumenta, conforme tabela abaixo:

Ciclos de operação

Fase Trecho Operação Intervalo Frota
1 Parada dos Museus-Santos Dumont 12h-15h 30 minutos 3 VLTs
2 Parada dos Navios-Santos Dumont 11h-16h 30 minutos 3 VLTS
3 Parada dos Navios-Santos Dumont 10h-16h 30 minutos 3 VLTs
4 Praia Formosa-Santos Dumont 9h-17h 15 minutos 7 VLTs
5 Praia Formosa-Santos Dumont (Início da cobrança de passagem) 8h-19h 15 minutos 8 VLTs
6 Praia Formosa-Santos Dumont 7h-21h 15 minutos 8 VLTs
7 Serviço 1: Praia Formosa-Santos Dumont 6h-24h 15 minutos 5 VLTs
Serviço 2: Parada dos Navios-Santos Dumont (atendimento olímpico) horários de pico 15 minutos 3 VLTs

A tarifa do VLT custará a mesma do ônibus convencional: R$ 3,80, podendo integrar com ônibus, trem e barcas – brevemente com o Metrô. Caso o VLT seja o terceiro transporte, a passagem completa custará R$ 5,90. Como não haverá cobrador nas Paradas (e sim máquinas de ATM), o método de validação será voluntária. Porém, o passageiro que não validar o Bilhete Único, terá que pagar uma multa no valor de R$ 170.

20160605_113920

VLT Carioca indo em direção ao Santos Dumont. Foto: Gabriel P. Gomes

A previsão é que quando o VLT estiver na sua plenitude, carregue 300.000 passageiros, em suas duas linhas a serem inauguradas em 2016.

20160605_12275520160605_113850