Os novos Audace da Viação Jabour

Na contramão de outras empresas, a vice-líder do Consórcio Santa Cruz renova parte da sua frota de executivos

1-P1380802

A Viação Jabour, do Consórcio Santa Cruz, iniciou, nesta semana, a operação de uma nova leva de ônibus executivos. Tratam-se de 10 novos ônibus Audace, da Marcopolo, encarroçados com o chassi Mercedes Benz OF-1721L, equipados com suspensão a ar. Além disto, vieram equipados com os seguintes itens:

  • Ar-condicionado fabricado pela Denso
  • Tomadas USB ao lado do direcionador de ar, em todas as poltronas
  • Dois paineis eletrônicos de itinerário, da FRT.

Os novos ônibus substituem outros executivos semelhantes, porém produzidos em 2013 e não sendo equipados com suspensão a ar. Eles foram destinados às linhas 2334 e 2338, que fazem o itinerário ligando Campo Grande ao Castelo, via Orla da Zona Sul e Barra da Tijuca. Por enquanto, não há previsão de mais novos ônibus (sejam urbanos ou executivos) para a empresa.

Confira mais fotos!

 

Anúncios

Auto Viação Bangu encerra as atividades, após 54 anos de funcionamento

Com o fechamento da empresa, é a 6ª empresa a encerrar atividades na gestão de Rafael Picciani na SMTR. E pode não parar só nela…

P1250678 (2)

Linha 383, que já está sob operação da Transportes Barra. Até o início do 2º semestre, as demais linhas da Bangu serão assumidas pela Barra.

A Auto Viação Bangu, que estava prestes à completar 55 anos em 2017, encerrou as suas atividades para valer a partir de hoje, após o estopim da greve de funcionários da empresa. Os motoristas da empresa, que denunciavam os salários atrasados e as péssimas condições de trabalho, cruzaram os braços nesta última segunda-feira e ainda prejudicam quase 50.000 passageiros na região de Realengo, Padre Miguel e Bangu. Após uma rodada intensa de negociações, ficou decidido que a Transportes Barra irá assumir todas as linhas da empresa, de maneira gradual. Na última segunda-feira, a empresa de Vila Valqueire assumiu a operação das linhas 383 (Realengo/Praça da República) e 794 (Bangu Shopping/Cascadura via Barata) e ontem assumiu as linhas 777 (Padre Miguel/Madureira Shopping – Direto) e SV777 (Padre Miguel/Madureira Shopping – via Rua do Governo). Nesta quinta-feira, dia 12/05, outras 7 linhas serão reativadas pela Transportes Barra, sendo elas:

  • 394 (Vila Kennedy/Tiradentes) e SP394 (Vila Kennedy/Caju)
  • 739 (Sulacap/Bangu)
  • 741 (Barata/Bangu via Murundu – Circular)
  • 743 (Barata/Bangu via Água Branca – Circular)
  • 744 (Realengo/Cascadura via Jardim Novo – Circular)
  • 755 (Realengo/Coelho Neto)
  • 936 (Campo Grande/Fundão via Estrada da Posse)
P1240524 (2)

A Auto Viação Bangu empregava cerca de 700 funcionários, entre motoristas, operacional e manutenção. Parte destes será contratada pela nova empresa.

A reativação de todas as outras as linhas da Bangu vai depender da chegada de ônibus. Ao final da reunião que culminou com o fechamento da empresa de Magalhães Bastos, ficou decidido os seguintes pontos:

  • A garagem da Auto Viação Bangu também passa a pertencer à Barra e a mesma passará a utilizar assim que for feito a limpeza da mesma.
  • As linhas da Bangu serão todas operadas pela Barra, sendo que a linha 725 (Ricardo de Albuquerque/Cascadura), a única a pertencer ao Consórcio Internorte, poderá ser repassada à Viação Novacap, caso a empresa queira.
  • Nenhum carro da Bangu foi adquirido no pacote
  • Já anteriormente a essa negociação, a Barra já tinha adquirido 40 veículos novos que agora serão distribuídos nas linhas da Bangu;
  • Com a absorção das linhas da Bangu, as linhas do Consórcio Transcarioca, como a 341 (Taquara/Candelária) e a 878 (Tanque/Barra da Tijuca), deverão ser repassadas às outras empresas do grupo (Viação Redentor e Transportes Futuro)
  • Para ajudar na operação, a Viação Redentor e a Transportes Futuro repassarão cerca de 80 carros para a Transportes Barra.
  • O Grupo Redentor, em caráter de urgência, comprará ônibus semi-novos para não ter prejuízo nas operações.
  • Os funcionários da Bangu serão contratados na medida do possível mediante a necessidade atual de pessoal;
  • Com a vinda do BRT TransBrasil, a Barra terá direito à 47 vagas que seriam destinadas à Viação Bangu
  • A Bangu (nome) encerra suas atividades no transporte urbano, mas o CNPJ continuará aberto aberto voltar as atividades entrando em licitações no cenário, municipal e nacional;
  • A Lacosta Turismo não será incorporada ao Grupo Redentor, sendo assim, fica de forma independente.

A Auto Viação Bangu é a 6ª empresa a encerrar suas atividades somente na gestão de Rafael Picciani na Secretaria Municipal de Transportes. Já fecharam: Andorinha, Rio Rotas, Translitorânea, Via Rio e Algarve. Com exceção da Bangu, todas as outras empresas eram controladas pelo Grupo Breda, comandado por Álvaro Lopes. Até o fechamento desta matéria, a Secretaria Municipal de Transportes não se pronunciou sobre a greve e o fechamento da Auto Viação Bangu.

(Atualizado em 12/05/2016 Às 09:35)

Reorganização do Centro para o VLT começa neste sábado

As mudanças visam a implantação e o acostumação ao Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT)

P1250269

Linhas como a 771 da Pendotiba passarão a fazer ponto final na Av. Marechal Floriano. Foto: Gabriel Petersen Gomes

A Secretaria Municipal de Transportes, em conjunto com a CET-Rio e a Companhia de Desenvolvimento do Porto Maravilha (CDurp) começam a implantar a partir deste sábado as mudanças finais para a implantação da primeira linha do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), que vai ligar a Rodoviária Novo Rio ao Aeroporto Santos Dumont. A partir deste sábado, 13 linhas municipais terão seus itinerários e/ou denominações modificadas (veja no final desta matéria a relação completa) e outras 33 linhas intermunicipais terão seus itinerários modificados e direcionados para a Avenida Marechal Floriano e a Central do Brasil. Já no dia 14/05, a Avenida Rio Branco, no trecho que sobreviveu à transformação em um calçadão com espaço para VLT (entre a Avenida Presidente Vargas e a Avenida Nilo Peçanha), voltará a ser liberada para automóveis, sendo que a faixa da direita continuará restrita aos ônibus. Além desta liberação, as Ruas da Carioca e da Assembleia terão o sentido invertido, passando a operar em direção à Avenida Nilo Peçanha – Rua Primeiro de Março, as Ruas Araújo Porto Alegre e Evaristo da Veiga operarão com o sentido Arcos da Lapa (e não mais sentido Castelo), a Avenida República do Paraguai voltará a ter mão dupla, sendo que o acesso no sentido Aterro será feita pela própria pista da República do Paraguai. Atualmente o acesso à via está sendo feito pela Rua Gustavo de Lacerda. Neste dia, 40 linhas municipais e cerca de 30 linhas executivas intermunicipais (as únicas que adentram o Centro nervoso) serão afetadas. Já no dia 21 de Maio, todas as vias no entorno do Passeio Público voltarão aos sentidos originais de circulação, com isso outras 27 linhas – 10 intermunicipais e 17 municipais – serão afetadas.

6096133

Mapa constando todas as alterações que serão implantadas neste mês de Maio. Fonte: http://bit.ly/1XZ4p2H

Mudanças detalhadas por data:

Dia 07/05:

O cronograma das mudanças terá início com a modificação dos pontos finais das linhas ônibus na região. As linhas urbanas intermunicipais vindas da Baixada Fluminense que fazem ponto final na Avenida Presidente Vargas e Rua Sacadura Cabral serão direcionadas para o Terminal Américo Fontenelle. Já as linhas intermunicipais vindas da Ponte Rio-Niterói, com ponto final na Avenida Presidente Vargas, passarão a fazer ponto final na Avenida Marechal Floriano e na Rua Visconde de Inhaúma. Os pontos finais de 13 linhas municipais também serão alterados dentro do planejamento (veja a lista completa no final do release).

Dia 14/05:

– Liberada a circulação de automóveis em duas faixas da Av. Rio Branco. A terceira faixa, no trecho entre a Av. Presidente Vargas e a Av. Nilo Peçanha, será de uso exclusivo das linhas de ônibus troncais.
– Ruas da Carioca, Rua da Assembleia e trecho da Av. Nilo Peçanha: sentido invertido (Praça Tiradentes em direção a Av. Presidente Antônio Carlos).
– Av. República do Paraguai volta a ter mão dupla
– Ruas Araújo Porto Alegre e Evaristo da Veiga terão tráfego invertido para viabilizar o acesso à Praça Tiradentes
– Rua Silva Jardim terá o tráfego invertido

Dia 21/05

– Ruas Senador Dantas, Mestre Valentim (pista junto ao Passeio Público), do Passeio (entre Av. Teixeira de Freitas e R. Senador Dantas) e Av. Luís de Vasconcelos: sentido de tráfego invertidos. A circulação no entorno do Passeio Público volta à situação original.

Relação dos novos itinerários:

Linhas municipais:

  • Linha 254 (Madureira-Candelária) 
Ponto final atual: Rua Santa Luzia
Ponto final a partir do dia 07 de Maio:  Av. Presidente Vargas
Novo itinerário: IDA: …, Praça da Bandeira, Viaduto dos Fuzileiros, Av. Presidente Vargas (pista lateral), agulha acesso pista central, Rua Marques de Sapucaí, Av. Presidente Vargas (pista Central), Av. Presidente Vargas (pista central- ponto terminal entre a Rua Uruguaiana e a Av Rio Branco) VOLTA: Av Presidente Vargas (pista central), Praça Pio X, retorno em frente Rua Primeiro de Março, Praça Pio X, Av Presidente Vargas (pista central), Viaduto dos Marinheiros, Praça da Bandeira…
  •  Linha 265 (Marechal Hermes- Castelo- circular)
Ponto final atual: Avenida General Justo
Ponto regulador a partir do dia 07 de Maio: Rua Santa Luzia
Novo itinerário: IDA: …, Via Binário do Porto, Av. Venezuela, Av. Barão de Tefé, Rua Camerino,  Av. Passos, Av. República do Paraguai, Rua Evaristo da Veiga, Rua Araújo Porto Alegre, Av. Graça Aranha, Rua Santa Luzia (ponto regulador entre Praça Ana Amélia e Av Marechal Câmara ), Rua Santa Luzia, Av. Marechal Câmara, Av. Franklin Roosevelt (pista direita), Av. Presidente Antonio Carlos (pista lateral),  Rua Primeiro de Março, Túnel Rio 450, Via Binário do Porto (pista sentido Rodoviária), Rua Equador, Rua General Luis Mendes de Morais, Av. Francisco Bicalho (pista lateral), Av. Rio de Janeiro , …
  • Linha 277 (Rocha Miranda- Candelária- via São Cristóvão) 
Ponto final atual: Rua Santa Luzia
Ponto final a partir do dia 30 de abril: Av. Presidente Vargas
Novo itinerário: IDA: …, Av. Francisco Bicalho, Viaduto dos Pracinhas, Av. Presidente Vargas (pista central), Av. Presidente Vargas (pista central- ponto terminal entre a Rua Uruguaiana e Av. Rio Branco).
VOLTA: Av Presidente Vargas (pista central), Praça Pio X, retorno em frente Rua Primeiro de Março, Praça Pio X, Av Presidente Vargas (pista central), agulha acesso pista lateral Av Passos, Av Presidente Vargas (pista lateral), Av Francisco Bicalho…
  • Linha 296 (Irajá- Castelo)
Ponto final atual: Avenida General Justo
Ponto final a partir do dia 07 de Maio: Avenida Churchill
Novo itinerário: IDA: …, Av. Francisco Bicalho, Viaduto dos Pracinhas, Av. Presidente Vargas (pista central), agulha acesso pista lateral Praça Onze, Av. Presidente Vargas (pista lateral), Av. Passos, Praça Tiradentes, Av. República do Paraguai, Rua Evaristo da Veiga, Rua Araújo Porto Alegre, Av. Presidente Antonio Carlos (pista lateral), Rua Marechal Aguinaldo de Castro, Travessa Santa Luzia, Av. General Justo, Av. Marechal Câmara, Av. Churchill  (ponto terminal – pista sentido Av. Presidente Antonio Carlos).
VOLTA: Av. Churchill, Rua Santa Luzia, Av. Marechal Câmara, Av. Franklin Roosevelt (pista direita), Av. Presidente Antonio Carlos (pista lateral), Rua Primeiro de Março, Praça Pio X, Av. Presidente Vargas (pista central),  agulha acesso pista lateral Av. Passos, Av. Presidente Vargas (pista lateral), Av. Francisco Bicalho, …
  • Linha 298 (Acari- Castelo)
Ponto final atual: Avenida General Justo
Ponto final a partir do dia 07 de Maio: Avenida Churchill
Novo itinerário: IDA: …, Av. Francisco Bicalho, Viaduto dos Pracinhas, Av. Presidente Vargas (pista central), agulha acesso pista lateral Praça Onze, Av. Presidente Vargas (pista lateral), Av. Passos, Praça Tiradentes, Av. República do Paraguai, Rua Evaristo da Veiga, Rua Araújo Porto Alegre, Av. Presidente Antonio Carlos (pista lateral), Rua Marechal Aguinaldo de Castro, Travessa Santa Luzia, Av. General Justo, Av. Marechal Câmara, Av. Churchill  (ponto terminal – pista sentido Av. Presidente Antonio Carlos).
VOLTA: Av. Churchill, Rua Santa Luzia, Av. Marechal Câmara, Av. Franklin Roosevelt (pista direita), Av. Presidente Antonio Carlos (pista lateral), Rua Primeiro de Março, Praça Pio X, Av. Presidente Vargas (pista central),  agulha acesso pista lateral Av. Passos, Av. Presidente Vargas (pista lateral), Av. Francisco Bicalho, …
  • Linha 344 (Rocha Miranda- Castelo- circular)
Ponto final atual: Avenida General Justo
Ponto regulador a partir do dia 07 de Maio: Rua Santa Luzia
Novo itinerário: IDA: …, Av. Francisco Bicalho, Viaduto dos Pracinhas, Av. Presidente Vargas (pista central), agulha acesso pista lateral Praça Onze, Av. Presidente Vargas (pista lateral), Rua General Caldwell, Rua Tenente Possolo, Av. Henrique Valadares, Praça Cruz Vermelha, Rua da Relação, Av. República do Chile, Av. Almirante Barroso, Av. Graça Aranha, Rua Santa Luzia, Rua Santa Luzia (ponto regulador entre Praça Ana Amélia e Av Marechal Câmara), Av Marechal Câmara, Av Franklin Roosevelt (pista direita), Av Presidente Antônio Carlos (pista lateral), Rua da Assembleia, Rua da Carioca, Rua Visconde de Rio Branco, Praça da República, Av Presidente Vargas (pista lateral), Av Francisco Bicalho…
  •  Linha 349 (Rocha Miranda- Castelo- circular)
Ponto final atual: Avenida General Justo
Ponto regulador a partir do dia 07 de Maio: Rua Santa Luzia
Novo itinerário: IDA: …, Via Binário do Porto (pista sentido Praça Mauá), Av. Venezuela, Praça Mauá, Av. Rio Branco, Av. Nilo Peçanha, Av. Graça Aranha, Rua Santa Luzia (ponto regulador entre Praça Ana Amélia e Av Marechal Câmara), Av Marechal Câmara, Av. Franklin Roosevelt (pista direita), Av. Presidente Antonio Carlos (pista lateral), Rua Primeiro de Março, Túnel Rio 450, Via Binário do Porto (pista sentido Rodoviária), …
  • Linha 351 (Vaz Lobo – Candelária – Rápido via Irajá) 
Ponto final atual: Av Augusto Severo
Ponto final a partir do dia 07 de Maio: Praça Pio X
Novo itinerário: IDA: …, Via Binário do Porto (pista sentido Praça Mauá), Av. Venezuela, Praça Mauá, Av. Rio Branco, Praça Pio X (ponto terminal entre as ruas da Quitanda e Candelária)
VOLTA: Praça Pio X, Rua Primeiro de Março, Túnel Rio 450, Via Binário do Porto (pista sentido Rodoviária)…
  • Linha 363 (Vila Valqueire-Candelária) 
Ponto final atual: Avenida Churchill
Ponto final a partir do dia 07 de Maio: Av. Presidente Vargas
Novo itinerário:  IDA: …, Praça da Bandeira, Viaduto dos Fuzileiros, Av. Presidente Vargas (pista lateral), agulha acesso pista central Rua Marques de Sapucaí, Av. Presidente Vargas (pista Central), Av. Presidente Vargas (pista central- ponto terminal entre a Rua Uruguaiana e a Av Rio Branco).
VOLTA: Av Presidente Vargas (pista central), Praça Pio X, retorno em frente Rua Primeiro de Março, Praça Pio X, Av Presidente Vargas (pista central), Viaduto dos Marinheiros, Praça da Bandeira…
  • Linha 374 (Pavuna-Castelo-via Costa Barros-circular) 
Ponto final atual: Avenida General Justo
Ponto regulador a partir do dia 07 de Maio: Rua Santa Luzia
Novo itinerário: IDA:…, Via Binário do Porto (pista sentido Praça Mauá), Av. Venezuela, Praça Mauá, Av. Rio Branco, Av. Nilo Peçanha, Av. Graça Aranha,  Rua Santa Luzia (ponto regulador entre Praça Ana Amélia e Av Marechal Câmara), Rua Santa Luzia, Av. Marechal Câmara, Av. Franklin Roosevelt (pista direita), Av. Presidente Antonio Carlos (pista lateral), Rua Primeiro de Março, Praça Pio X,  Av. Marechal Câmara, Av. Franklin Roosevelt (pista direita), Av. Presidente Antonio Carlos (pista lateral), Rua Primeiro de Março, Túnel Rio 450, Via Binário do Porto (pista sentido Rodoviária), …
  •  Linha 376 (Pavuna – Candelária- via Rua Mercúrio) 
Ponto final atual: Avenida General Justo
Ponto final a partir do dia 07 de Maio:  Praça Pio X
Novo itinerário: IDA: …,  Via Binário do Porto (pista sentido Praça Mauá), Av. Venezuela, Praça Mauá, Av Rio Branco, Pra Pio X (ponto terminal entre as ruas da Quitanda e Candelária)
VOLTA: Praça Pio X, Rua Primeiro de Março, Túnel Rio 450, Via Binário do Porto (pista sentido Rodoviária)…
  •  Linha 377 (Pavuna- Castelo- via Costa Barros- circular) 
Ponto final atual: Avenida General Justo
Ponto regulador a partir do dia 07 de Maio: Rua Santa Luzia
Novo itinerário: IDA:…, Via Binário do Porto (pista sentido Praça Mauá), Av. Venezuela, Praça Mauá, Av. Rio Branco, Av. Nilo Peçanha, Av. Graça Aranha,  Rua Santa Luzia (ponto regulador entre Praça Ana Amélia e Av Marechal Câmara), Rua Santa Luzia, Av. Marechal Câmara, Av. Franklin Roosevelt (pista direita), Av. Presidente Antonio Carlos (pista lateral), Rua Primeiro de Março, Praça Pio X,  Av. Marechal Câmara, Av. Franklin Roosevelt (pista direita), Av. Presidente Antonio Carlos (pista lateral), Rua Primeiro de Março, Túnel Rio 450, Via Binário do Porto (pista sentido Rodoviária), …
  • Linha 378 (Marechal Hermes – Castelo – circular) 
Ponto final atual: Avenida General Justo
Ponto regulador a partir do dia 07 de Maio: Rua Santa Luzia
Novo itinerário:  IDA: …, Av. Francisco Bicalho, Viaduto dos Pracinhas, Av. Presidente Vargas (pista central), agulha acesso pista lateral Praça Onze, Av. Presidente Vargas (pista lateral), Av. Passos, Praça Tiradentes, Av. República do Paraguai, Rua Evaristo da Veiga, Rua Araújo Porto Alegre, Av. Graça Aranha, Rua Santa Luzia  (ponto regulador entre Praça Ana Amélia e Av Marechal Câmara), Rua Santa Luzia, Av. Marechal Câmara, Av. Franklin Roosevelt (pista direita), Av. Presidente Antonio Carlos (pista lateral), Rua Primeiro de Março, Praça Pio X, Av Presidente Vargas (pista central), agulha de acesso pista lateral, Av Passos, Av Presidente Vargas (pista lateral), Av Francisco Bicalho,…
Linhas Intermunicipais:
13076651_1066741890062420_3279041569584858294_n
Cabe lembrar que nas semanas do dias 14 e 21, outras linhas terão seus trajetos alterados em virtude das mudanças que estão programadas para os próximos dias. A expectativa é que 500.000 passageiros da cidade do Rio e da Região Metropolitana sejam afetados por este pacote.

Auto Viação Bangu é comprada pelo Grupo Redentor

A negociação foi concluída nesta semana e as primeiras mudanças começam já nesta segunda-feira.

P1220752

A Auto Viação Bangu foi comprada pelo Grupo Redentor e o grupo inicia a gestão na empresa a partir de segunda (14/03). Foto: Gabriel P. Gomes

Uma negociação entre as empresas de ônibus do Rio de Janeiro pegou muitos de surpresa. O Grupo Redentor, encabeçada pela Viação Redentor – do Consórcio Transcarioca, finalizou a compra da Auto Viação Bangu, pertencente ao Consórcio Santa Cruz, numa negociação que muitos não acreditavam que fosse concretizada. A Bangu, com 54 anos de fundação, está passando por uma série crise financeira e de manutenção – consequência da absorção das linhas da antiga Oriental em 2010. A dívida da empresa ultrapassava a marca de R$ 40 milhões. Em uma série de reuniões, foram definidos todos os trâmites relacionados às partes administrativa, operacional e de frota. Veja o que muda:

  • Administrativa: Será feita uma mudança total na equipe que dirigirá a Bangu daqui em diante. A compra não envolve a outra empresa que era ligada à Bangu, a Lacosta Turismo. A mesma está sendo negociada em parte com outras empresas.
  • Operacional: A garagem da empresa, também adquirida na operação, e localizada em Magalhães Bastos, será dividida entre a Bangu e a Transportes Barra. Além da garagem localizada na Estrada General Canrobert da Costa, foi adquirido também um terreno com 9 propriedades, para posterior expansão da garagem. Será aplicado o padrão Redentor às linhas da empresa, variando de linha para linha, à definir.
  • Frota: Para melhorar os intervalos das linhas da empresa, serão transferidos 40
    P1230163

    Foto: Gabriel Petersen Gomes

    ônibus, em curto prazo, da Redentor e Futuro para a Bangu, tapando os buracos existentes na frota da empresa. Com o tempo, serão desativados todos os ônibus fabricados pela Mascarello, modelo Gran Via e Gran Via Midi, anos 2008, 2009 e 2010 e só terão os ônibus fabricados pela CAIO, modelo Apache Vip, em 2014, além do “filho único” fabricado pela Mascarello em 2015, o carro D58625, à pedido da (agora antiga) direção da empresa.

A compra da Bangu pelo Grupo Redentor é vista, por pessoas ligadas às duas empresas, como uma resposta à perda de receita ocasionada pelos sucessivos cortes feitos em sua área original de operação (a região de Jacarepaguá), por conta da implementação do BRT Transcarioca, assim sendo, uma alternativa para recuperar todo o lucro perdido com estes cortes, além de dar um suporte à Transportes Barra, que teve um crescimento considerável dentro do Consórcio Santa Cruz, com a absorção das linhas da Viação Andorinha e Viação Algarve, ambas empresas extintas entre 2014 e 2015.

Molde Notícia 7 (2)

Grupo Redentor e Bangu agora juntas. Arte: Gabriel Petersen Gomes

Direto da Redação: Viação Algarve – Quando será o enterro e quem vai segurar a bomba?

Diante dos problemas evidentes denunciados pela mídia, interdições pelo Procon e a falta de fiscalização pra Prefeitura, a Algarve já está morta, só falta enterrar. Agora… Quando?

Um dos problemas recorrentes encontrados nos ônibus da Algarve é a falta de um (ou dos dois) limpador(es) de parabrisa, item obrigatório, segundo o Código de Trânsito Brasileiro.

Um dos problemas recorrentes encontrados nos ônibus da Algarve é a falta de um (ou dos dois) limpador(es) de parabrisa, item obrigatório, segundo o Código de Trânsito Brasileiro.

Hoje, o Procon Estadual, em mais uma fase da Operação Roleta Russa – cujo objetivo é verificar irregularidades nas empresas de ônibus do RJ, fez uma visita na Viação Algarve, cuja sede fica no bairro de Paciência, Zona Oeste do Rio. É sabido de todos nós que a situação do Consórcio Santa Cruz está crítica desde o início do fim das empresas Andorinha e Rio Rotas (ônibus mal-conservados, quebrando toda hora, risco grave de acidentes, entre outras coisas). Na Algarve, os fiscais interditaram 28 ônibus, mas se dependesse do Procon, a empresa toda iria ser fechada, pois dos 300 ônibus que a empresa possui (incluído justamente os carros da ‘Andorrotas’, que estão atreladas à Algarve), somente 100 possui condições de rodar – e ainda assim todos com as vistorias muito atrasadas, algumas datadas de 2010 (ano em que houve a licitação – que muitos julgam até hoje que é uma farsa, para beneficiar as empresas do Grupo Guanabara, comandado pelo empresário Jacob Barata – e houve também a fusão da antiga Oeste com a Algarve).

Um dos BRT's da empresa. Embora estejam muito mal-conservados, são um dos poucos ônibus com a manutenção razoável na empresa.

Um dos BRT’s da empresa. Embora estejam muito mal-conservados, são um dos poucos ônibus com a manutenção razoável na empresa. Foto: Gabriel P. Gomes / Acervo Flumibuss RJ

A Prefeitura, sempre que a mídia relata problemas na Viação Algarve, diz que vai reforçar a fiscalização e tal. Mas como reforçar a fiscalização se o corpo para fazer tais ações só possui 40 funcionários? A frota total de ônibus na cidade do Rio é de 8.900 ônibus, se cada um dos 40 fiscais irem para as ruas, a média de vistoria para cada fiscal vai ser de 223 ônibus por fiscal! Um número alarmante, que, sendo desta forma, “permite” que as empresas, sabendo da pífia manutenção, obrigam seus funcionários a dirigirem ônibus praticamente se desmontando e meio que na marra – e ainda sob risco de ter desconto em caso de alguma batida, decorrente da falta de manutenção. Quem não se lembra do acidente com o ônibus da Viação Oeste Ocidental 43201 que tombou na Avenida Brasil, ocasionando a morte de 2 pessoas e que deixou evidente a falta de manutenção da empresa? Vai ser preciso que ocorra um acidente para a Prefeitura oficializar o descredenciamento da empresa (quando a consorciada comete infração gravíssima ao código disciplinar do SPPO)?

Para o Procon, não será preciso. Ainda sobre a vistoria feita hoje, em entrevista à Rádio Tupi, o órgão informou que entrará com um recurso no Ministério Público Estadual obrigando à Secretaria Municipal de Transportes fechar a Algarve. Só que nisso se esbarra em mais um empecilho. Quem assume as linhas? O Consórcio Santa Cruz só possui 9 empresas, onde já teve um processo de reestruturação para absorver as linhas que antes eram operadas pela dupla Andorinha – Rio Rotas, e um novo processo de reestruturação oneraria mais custos para as empresas, saturando-as e, dependendo das circunstâncias, até quebrando.

P1120399

Um dos frescões que a empresa opera. Nem nestas linhas, cuja passagem custa de R$ 9,50 à R$ 12,00, a manutenção está em dia, e, dependendo das circunstâncias, pode ocasionar incêndios acidentais que complicam o trânsito, principalmente na Avenida Brasil. Foto: Gabriel P. Gomes / Acervo Flumibuss RJ

A Algarve tem hoje registrada 19 linhas, mas opera efetivamente apenas 13 linhas – 6 delas foram desativadas sem nenhuma explicação. Os frescões, uma das principais “fontes de renda” da empresa, sofrem demais com a falta de manutenção. Quase sempre é comum encontrar um ônibus enguiçado, ou então, incendiado na Avenida Brasil travando todo o trânsito vindo da Zona Oeste ou do Centro. A mídia cai em cima da Prefeitura, só que nada é feito para que os passageiros da Zona Oeste se sintam um pouco mais contentes em ter ônibus decente para servi-los. Algumas perguntas ficam no ar, inclusive com algumas que podem permanecer sem nenhuma resposta, graças à conivência:

  1. Algarve já está morta, quando será o enterro e quem vai segurar a bomba?
  2. Se houver o colapso nos transportes do RJ, o Prefeito vai admitir que foi tudo culpa exclusivamente dele e dos comandantes do início da era dos consórcios e do atual secretário (Alexandre Sansão e Rafael Picciani)?
  3. Em caso de nova licitação, quem vai criar coragem de operar um sistema falido, cuja Prefeitura investe em BRT – e, ao invés de colocar como uma alternativa às linhas convencionais, corta todas as linhas, sobrecarregando demais?

O pacote de usados da Campo Grande

Boa noite! Para cobrir a ausência das linhas da Rio Rotas, que encerrou as atividades no mês de Março, a Transportes Campo Grande – empresa que foi delegada para assumir as linhas da finada empresa – foi atrás de carros semi-novos até a chegada de novos ônibus. E neste pacote veio:

– 11 CAIO Foz, ano 2013 – vindos da Viação Jabour
– 15 CAIO Foz Super, ano 2010 – vindos da Viação Novacap- 5 CAIO Foz Super, ano 2010 – vindos da Viação Nossa Senhora de Lourdes
– 5 CAIO Apache Vip II, ano 2010 – também vindos da Viação Nossa Senhora de Lourdes

Para poder operar, neste primeiro momento, as linhas 786 (Marechal Hermes x Campo Grande), 819 (Bangu x Jardim Bangu), 846/847 (Campo Grande x Rio da Prata) e 848 (Campo Grande x Monte Santo). A expectativa é que em breve ela assuma a linha 689 (Campo Grande x Méier) também. Confira esta super galeria com todas as 4 compras!

Transportes Campo Grande
Avenida de Santa Cruz, 7825 – Senador Camará, Rio de Janeiro/RJ

As fotos aqui registradas são de 02/05/2015. Respeitem os créditos!Campo Grande 001 Campo Grande 002 Campo Grande 003 Campo Grande 004 Campo Grande 005 Campo Grande 006 Campo Grande 007 Campo Grande 008 Campo Grande 009 Campo Grande 010 Campo Grande 011 Campo Grande 012 Campo Grande 013 Campo Grande 014 Campo Grande 015 Campo Grande 016 Campo Grande 017 Campo Grande 018 Campo Grande 019 Campo Grande 020 Campo Grande 021 Campo Grande 022 Campo Grande 023 Campo Grande 024 Campo Grande 025

#Top5: Os novos micros da Jabour

Em meio ao imbróglio envolvendo o fim da Andorinha e Rio Rotas, a Viação Jabour adquiriu entre Fevereiro e Março, cerca de 50 novos Marcopolo Senior. Com os chassis Mercedes Benz LO-916, os novos ônibus estão espalhados pelas linhas ‘internas’ da empresa, tais como a 835, 838, 852 e 864. O Portal Flumibuss separou 5 fotos deles e vocês conferem aqui!

Auto Viação Jabour – http://www.viacaojabour.com.br/
Avenida de Santa Cruz, 12375 – Senador Vasconscelos, Rio de Janeiro/RJ

As fotos aqui registradas são de 25/03/2015, respeitem os créditos!

Jabour 001 Jabour 002 Jabour 003 Jabour 004 Jabour 005