Crivella nomeia novo secretário de Transportes

O escolhido é o ex-presidente da Comlurb, Rubens Teixeira, que tinha sido afastado pela Justiça. MacDowell ganha um cargo de “super secretário de transportes”

Untitled-2

Troca-troca: Sai MacDowell e entra Teixeira. Uma indicação, apontada por muitos, política.

O Prefeito do Rio, Marcelo Crivella, fez uma dança das cadeiras no seu secretariado nesta quarta-feira (24). O secretário Fernando MacDowell foi exonerado da pasta, após 1 ano e 3 semanas à frente da pasta. Em seu lugar, entra o ex-presidente da Comlurb, Rubens Teixeira. No caso de Teixeira, já é a terceira pasta que ele ocupa desde o início da gestão Crivella. Ele começou sendo secretário de conservação e meio ambiente (que foram unificadas) e depois transferido para a presidência da Comlurb. Porém, uma decisão da Justiça, baseando-se numa lei federal, ordenou o afastamento no último dia 11. Teixeira foi candidato à vereador nas últimas eleições e a lei proíbe a nomeação pra cargos de empresas públicas – como a Comlurb – de pessoas que tenham participado de campanhas políticas, seja como dirigente partidário ou candidato.

Já MacDowell não irá ficar sem cargo. Foi criado o Conselho Consultivo Autoridade da Mobilidade e dos Transportes do Município do Rio de Janeiro (CAMTRJ), para tratar da regulação e da fiscalização do setor de mobilidade e de transportes terrestres, fluviais e ferroviários, que ficará sob responsabilidade dele. O prefeito Crivella explicou qual vai ser a função do vice-prefeito e, agora, ex-secretário.

— Ele vai para uma função de planejamento estratégico na área de transportes. O dia a dia da secretaria de Transportes era um castigo para um cérebro privilegiado como o dele, que esteve à frente de grandes projetos estruturais no passado, como a implantação do metrô. A ideia foi valorizar isso. Na secretaria, há uma série de questões a serem resolvidas que tomam tempo. A revisão das linhas de ônibus, ações judiciais que atingem o setor entre outros problemas — explicou o prefeito.

O problema é que Rubens Teixeira deverá ser uma solução provisória. Ele deve deixar o cargo, provavelmente em Março, para concorrer ao cargo de deputado.

NOVO SECRETÁRIO ASSUME COM GRANDES PROBLEMAS:

Rubens Teixeira assume a Secretaria Municipal de Transportes tendo que resolver questões que impactam no dia a dia de quem depende dos ônibus do Rio. A revisão das linhas de ônibus que foram afetadas pela racionalização, promovida pelo ex-prefeito Eduardo Paes, e que até agora somente uma linha voltou a operar (a 484, Olaria x General Osório), a pressão por parte da Rio Ônibus para que a tarifa seja reajustada para evitar o avanço do sucateamento da frota de ônibus da cidade, entre outros tantos itens.

Capturar3

Hoje, policiais da Delegacia do Consumidor estiveram na garagem da Paranapuan e lacraram 17 ônibus, de 50 vistoriados. A empresa nega os lacres. Foto: Reprodução RJ1 / TV Globo

E no dia da publicação da nomeação, a garagem da Transportes Paranapuan, na Ilha do Governador, foi alvo de uma operação de fiscalização da Delegacia do Consumidor (DECON), da Polícia Civil. Equipes estiveram na garagem e vistoriaram 50 ônibus. Destes, 17 foram lacrados. Os problemas encontrados foram relativos da acessibilidade à rampa dos cadeirantes nos veículos, falta de extintores de incêndio, além de faróis danificados. Segundo o delegado Ricardo Barboza, titular da especializada, os veículos estavam trafegando sem condições de uso e, caso essas irregularidades se configure delito na esfera penal, os responsáveis pela empresa vão responder por crime contra as relações de consumo, com pena prevista de 2 a 5 anos de prisão. A DECON comunicou à empresa as irregularidades e os veículos foram impedidos de circular.

A Paranapuan informou em nota que a frota circulou normalmente e que faz todos os esforços para que a empresa, mesmo com as decisões unilaterais vindos da Prefeitura, funcione normalmente, com os pagamentos em dia e com o mínimo de problemas operacionais.

Por Gabriel Petersen Gomes
COM INFORMAÇÕES DE G1 RIO, JORNAL EXTRA e RJTV/RJ1

Anúncios

Os semi-novos e a reestruturação da Paranapuan

Pensando em conquistar a confiança dos passageiros insulanos, a empresa adquire mais semi-novos.

Paranapuan 001A Transportes Paranapuan, tradicional empresa da Ilha do Governador, que completou 66 anos em 2016, está com um plano para reestruturar a empresa, que ficou conhecida pelos passageiros insulanos como uma empresa “porca e com má prestação de serviços”. Desde o início do ano, já adquiriu 20 semi-novos oriundos da Rodoviária A. Matias, também do Consórcio Internorte, destinando estes para a linha 634 (Bananal/Saens Peña) e agora trouxe um novo pacote de semi-novos na expectativa de melhora do padrão de frota, redução de intervalos e melhor conservação dos ônibus. Desta vez, foram adquiridos mais 22 semi-novos para serem destinados como reforço das linhas 323 e 2342 (ambas Bananal/Castelo via Linha Vermelha). Para a linha 323, foram adquiridos 16 semi-novos fabricados pela CAIO em 2012 e que estavam em operação na Matias (8 unidades de Apache Vip, da 3ª geração), Verdun e Transurb (4 e 2 unidades, respectivamente, de Apache Vip, da 2ª geração).

Paranapuan 002

Um dos semi-novos que a Transportes Paranapuan adquiriu.

Paranapuan 003

Ex-Verdun B71040

 

 

 

 

Além dos urbanos semi-novos, a empresa também adquiriu 6 semi-novos rodoviários oriundos da Viação Jabour, modelo Ideale 770, fabricado em 2012. Os ônibus servem para reforçar a frota das duas linhas, como um plano de atrair mais passageiros.

Paranapuan 005Paranapuan 006Após o falecimento do antigo dono, a nova direção está empenhada em dar uma cara mais jovem à empresa, reformando os ônibus que estão em circulação e encostando os que já não podem mais prestar serviços na cidade do Rio, aos poucos. Para se atentar às tendências do momento, a empresa lançou um canal no Facebook (facebook.com/paranapuan) e Twitter (twitter.com/transparanapuan) e tem se mostrado disposta à ouvir às queixas, reclamações e elogios dos usuários. Todo o sucesso à empresa nessa caminhada!